segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

BIG BROTHER BRASIL











Por: Luiz Fernando Veríssimo





Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço...A décima primeira (está indo longe!) edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil,... encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência.

Dizem que em Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB é a pura e suprema banalização do sexo. Impossível assistir, ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros... todos, na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterosexuais. O BBB é a realidade em busca do IBOPE...

Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB. Ele prometeu um “zoológico humano divertido”. Não sei se será divertido, mas parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas.

Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa desse nível. Em um e-mail que recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo.

Eu gostaria de perguntar, se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade.

Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis?

São esses nossos exemplos de heróis?

Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros: profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores), carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com dedicação, competência e amor, quase sempre mal remunerados..

Heróis, são milhares de brasileiros que sequer têm um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir e conseguem sobreviver a isso, todo santo dia.

Heróis, são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna.

Heróis, são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada, meses atrás pela própria Rede Globo.

O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral.

E ai vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a "entender o comportamento humano". Ah, tenha dó!!!

Veja o que está por de tra$$$$$$$$$$$$$$$$ do BBB: José Neumani da Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão.

Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social: moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros?

(Poderiam ser feitas mais de 520 casas populares; ou comprar mais de 5.000 computadores!)

Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores.

Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa..., ir ao cinema..., estudar... , ouvir boa música..., cuidar das flores e jardins... , telefonar para um amigo... , visitar os avós... , pescar..., brincar com as crianças... , namorar... ou simplesmente dormir.

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

RETIRANDO A AFRONTA. 1º Sm.17.32-47











a) FAMA E CORAGEM PRECEDEM A VITÓRIA. (referência é tudo) 1ºSm.16.18. Eis que tenho visto a um filho de Jessé, o belemita, que sabe tocar e é valente e vigoroso, e homem de guerra, e prudente em palavras, e de gentil presença; o SENHOR é com ele.

b) NÃO ENTRE NUMA LUTA SEM ANTES SE PREPARAR PARA VENCER.
1º Sm.17.34-37. Então disse Davi a Saul: Teu servo apascentava as ovelhas de seu pai; e quando vinha um leão e um urso, e tomava uma ovelha do rebanho, Eu saia após ele e o feria, e livrava-a da sua boca; e, quando ele se levantava contra mim, lançava-lhe mão da barba, e o feria e o matava. Assim feria o teu servo o leão, como o urso; assim será este incircunciso filisteu como um deles; porquanto afrontou os exércitos do Deus vivo. Disse mais Davi: O SENHOR me livrou das garras do leão, e das do urso; ele me livrará da mão deste filisteu. Então disse Saul a Davi: Vai, e o SENHOR seja contigo.

c) A VIDA É UMA SUCESSÃO DE BATALHAS. 2º Sm.21.15-16,22 Tiveram mais os filisteus uma peleja contra Israel; e desceu Davi, e com ele os seus servos; e tanto pelejaram contra os filisteus, que Davi se cansou. E Isbi-Benobe, que era dos filhos do gigante, cuja lança pesava trezentos siclos de cobre, e que cingia uma espada nova, intentou ferir a Davi. Estes quatro nasceram ao gigante em Gate; e caíram pela mão de Davi e pela mão de seus servos.

d) TODA VITÓRIA TRAZ EM SI O PESO DA PERSEGUIÇÃO E INVEJA.
1º Sm.17.57-58. Voltando, pois, Davi de ferir o filisteu, Abner o tomou consigo, e o trouxe à presença de Saul, trazendo ele na mão a cabeça do filisteu. E disse-lhe Saul: De quem és filho, jovem? E disse Davi: Filho de teu servo Jessé, belemita. 1º Sm.18.8. Então Saul se indignou muito, e aquela palavra pareceu mal aos seus olhos, e disse: Dez milhares deram a Davi, e a mim somente milhares; na verdade, que lhe falta, senão só o reino?

e) AQUELE QUE MILITA NAS COISAS DE DEUS NÃO SE EMBARAÇA COM AS COISAS DESTE MUNDO. 2ª Tm. 2.3-4. Sofre, pois, comigo, as aflições, como bom soldado de Jesus Cristo. Ninguém que milita se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra.

f) SER VITORIOSO É SABER DAR A DEVIDA HONRA A DEUS.

1) O exército era de Saul. Não do Senhor. A rejeição de Israel por Deus lhe trouxera aquela grande adversidade. 1ºSm. 8.18
2) Os soldados lutavam por Saul. Davi lutava por Deus.
3) Os soldados temiam o que viam (gigante); Davi confiava na grandeza de Deus. Sl.121

I – DERROTA NÃO É COISA DE CRISTÃO.

Enquanto este gigante não cair, não diga vai tudo bem.

1) Tem vaga no exercito de Deus nesta noite.
2) Se você não vai, deixa-me passar eu quero ir.
3) Deus só usa o homem com aquilo que ele tem. (Davi tinha uma funda) Jz.20.6. Entre todo este povo havia setecentos homens escolhidos, canhotos, os quais atiravam com a funda uma pedra em um cabelo, e não erravam.

A funda era uma arma de luta diária.

II – AQUELES QUE NÃO VÃO ESTÃO DESQUALIFICADO PARA DAR PALPITE.

1) Sabe por que a roupa de Saul não deu em Davi? Roupa de desviado não dá em crente salvo.
2) Você é instrumento de Deus e não manequim de satanás.

III – OS INSTRUMENTOS PARA ESTA PELEJA QUEM TE DÁ É DEUS.

Cinco pedras: Is.9.6, Jesus o escolhido entre milhares.
Jordão: Salvação, conquista, divisor de águas. Js.4.9

IV – PREPARE-SE PARA A PELEJA.

Golias afrontou o povo por quarenta dias.
Golias pesava aprox. 250 kg; tinha uma couraça de 60 kg; um capacete de 5kg; uma lança de 12kg; um escudo de 30kg; e uma espada de 25kg. (um verdadeiro tanque de guerra).

Davi, uma funda e cinco pedras.
Funda: Deus Pai; Pedra: Deus filho; o Espírito Santo: direcionando e dando velocidade a pedra. Gn.3.15 E o descendente da mulher lhe ferirá a cabeça.

Conclusão:
Igreja, cadê o gigante? (caiu)


segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

A CONTEMPORANIZAÇÃO DAS INDULGÊNCIAS












As indulgências e suas práticas datam do século XI. Poderíamos falar aqui de como surgiram; e do ensinamento oficial da Igreja Romana. Mas, nos deteremos no aspecto que nos interessa. A prática das indulgências, que precedeu à reforma teológica por Martinho Lutero XVI, e desenvolveu-se no contexto da prática penitencial.

A penitência era um sacramento imposto pela Igreja, cujo intento era a reconciliação do pecador com a Igreja e com Deus. Este por sua vez leva o pecador a completar um processo de conversão. Sendo um pressuposto que a remissão de pecados pela obra salvífica de Cristo era insuficiente e que o pecado exigia obras penitenciais.

Por isso, desde o início para ‘lucrar’ com as indulgências se impunham obras determinadas. Portanto, subjugar alguém sob pena de pagar uma penitência, tem sido usado como méritos da Igreja com a falsa idéia de que:

a) É a Igreja que tem atributos exclusivos de ligar e desligar do Reino dos Céus;

b) Que seus ministros (Isso Falsamente) representam a Cristo;

c) A persuasão como forma de manipulação do povo tornando este uma massa de manobra para satisfação de interesses escusos em nome de uma obediência cega e irracional. Escravizando assim, o povo em total subserviência aos oficias da Igreja;

d) Seus mestres asseguram que suas verdades são eternas e absolutas, e como tal não precisam ser inquiridos a respeito de seus ensinamentos. Tal prática se contemporizou se tornando no que hoje chamamos de rudimentos e preceitos humanos.
A saber: - Dízimos e Campanhas, visando sempre no final um voto e este em dinheiro sem o qual será impossível conseguir a “benção”.

Em algumas igrejas hoje paga se pra tudo! Existem até cláusulas pétreas para se tornar um membro.

Estes por sua vez deve pagar seus impostos eclesiásticos em dia e adquirir todo tipo de parafernália evangélica que enriquecem mais e mais estes charlatões.

Homens gananciosos e sem escrúpulos. Que transformaram a Igreja em impérios pessoais, para sua autopromoção com Cd’s e Dvd’s, sempre visando seus interesses pessoais.

Não se vê mais apelo aos perdidos, e sim aos que necessitam renovar suas alianças, sempre condicionadas a um voto. E este voto por sinal será uma oferta (em dinheiro) sob as mesma prerrogativas católicas de que tal oferta poderá por fim no sofrimento do pecador, e sem não o fizer...


Será em última análise falta de Fé do ofertante.

A Igreja Evangélica no Brasil precisa de uma Nova Reforma, não política. Mas, Cristocêntrica, Neotestamentária. Longe de todo este besteirol Americanizado, deste engodo que é a teologia da prosperidade, e a confissão positiva e outras mais.


sábado, 15 de janeiro de 2011

NIBIRU ESTÁ CHEGANDO - TERREMOTOS E DILÚVIOS LOCAIS AUMENTARÃO


Segundo o Cap. Melquisedec, do Blog Militar legal. Com a aproximação de Nibiru de nosso sistema solar, irão aumentar as catástrofes na Terra.Veja o gráfico abaixo e perceba que o número de terremotos têm aumentado em quantidade e intensidade no planeta Terra.

Os Dilúvios Locais são também conseqüências da aproximação de Nibiru.Veja a foto abaixo do que vem acontecendo na Austrália.A imprensa tem divulgado a falácia de que se trata de época de chuvas, mas o território inundado na Austrália e da extensão do território da Alemanha e França juntas.Isso é normal,caro leitor?

Se a razão dos Dilúvios Locais fossem a "Época de Chuvas",ligadas ao Verão,como então a Alemanha,que está no inverno,sofre agora também com as inundações,conforme foto abaixo? Eles estão mentindo,prepare-se porque as catástrofes irão aumentar!

Os estados de São Paulo,Minas Gerais e Rio de janeiro sofrem com os Dilúvios Locais.O município de Carvalhos(MG) foi totalmente destruído pelas "chuvas". Bairros inteiros da Região Serrana no RJ também foram totalmente devastados.A foto abaixo é de Teresópolis. A região Serrana do RJ já conta com mais de 500 mortos.Isso é normal, isso é estação de chuvas? Eles zombam da nossa inteligência!

Preparem-se para terremotos no Rio de janeiro,com centenas de mortos,eis que de antemão estou avisando!

BRASIL - 06 TERREMOTOS EM APENAS 03 MESES

2011-01-08 - M 4.1 Entre Trombas e Formoso, GO
2010-12-17 - M 5.0, ± 160 Km de Cruzeiro do Sul (AC)
2010-12-09 - M 3.6, São Domingos (GO)
2010-11-28 - M 4.2, Redenção (PA)
2010-10-26 - M 3.5, Santa Cruz do Xingu (MT)
2010-10-08 - M 5.0, Estrela do Norte (GO)

O Observatório de Sismologia da Universidade de Brasília (UnB) confirmou no começo da tarde deste sábado (8) o registro de um tremor de terra na divisa de Goiás com o Tocantins.Dados preliminares da UnB mostram que o tremor ocorreu por volta de 10h e teve magnitude de 4,1, na escala Richter.Segundo o chefe do observatório, professor Lucas Barros, o tremor teria ocorrido na região da cidade goiana de Mara Rosa.

“O tremor dessa magnitude pode ser sentido num raio de até 100 quilômetros e até causar rachaduras nas casas”.
Lucas Barros, chefe do Observatório de Sismologia da Universidade de Brasília.
“O tremor dessa magnitude pode ser sentido num raio de até 100 quilômetros e até causar rachaduras nas casas”, disse Barros.


Além de Mara Rosa, internautas relataram a ocorrência do tremor em outros municípios da região como Porangatu (GO), Santa Tereza de Goiás, Estrela do Norte e Formoso. Os técnicos do observatório da UnB ainda trabalham para calcular a localização exata do tremor.

“A terra volta a tremer no Norte de Goiás (cidade de Trombas)”, registrou o internauta Jonatas Tiago.

O G1 também recebeu relatos de leitores, como o registrado pelo internauta Wanderley Cândido de Oliveira: “Recebi ligações da minha mãe e do meu cunhado perguntado se havia sentido o tremor de terra aqui na cidade de Porangatu (GO). Minha esposa garantiu que sentiu o tremor e foi assustador.”

7 dicas infalíveis para manipular uma igreja


Por Franklin Rosa

Essas dicas são uma coletânea de várias presepadas gospel que já presenciei de perto, ao vivo e a cores nesses anos em que tenho me dedicado ao Evangelho.

Para paipóstolos, apóstolos, bispos, pastores, presbíteros e todos os interessados em ter um culto e uma comunidade atraente, que se renda aos seus pés sem questionamentos.

Porque me limitei em 7? O 7 é um número profético, o número da perfeição e dá sorte. He!He!


1° Contrate cantores gospel que mexam com as emoções. Não importe-se se o cachê for o olho da cara, o importante é tocar no mais profundo dos sentimentos e fazer o povo chorar, rir, gritar, andar de quatro na unção do leão, do cachorro, do macaco, etc. O povo gosta de dinamismo, e se não tiver “baderna” santa que traga diversão, você vai ser chamado de caretão!

2° Seja um “Expert” em invenções sobrenaturais. Aprenda urgentemente a elaborar “Profecias, Revelações, Visões, Línguas Estranhas, Unções do Paletó e do Sopro Divino”, e demais peculiaridades do gênero. Isso é tiro e queda. Não se esqueça que quando estiver operando esses “dons”, tem de passar credibilidade, e para isso, chore, faça cara de contrito, dê alguns pulinhos, e se possível, arrisque até salto mortal ou golpes de Jiu-Jitsu evangélico. AH! E o mais importante: Diga em alto e bom tom: “ASSIM DIZ O SENHOR!

3° Quando for pregar, seja persuasivo. Use texto fora do contexto com pretexto, porque assim você consegue colocar cabresto. Seja fanfarrão mesmo, de carteirinha. Por exemplo: Se você gosta que as pessoas reajam as suas pregações, use o texto de Atos 12:21-23 e diga que quem não berrar glória à Deus nem aleluia, vai morrer sendo comido de bicho como foi Herodes. Para que seus asseclas não se aprofundem nas escrituras e descubram sua superficialidade, use o texto de 2ª Coríntios 3:6 e diga sistematicamente que a letra “mata”, mas o Espírito vivifica. Se você é do tipo que não gosta de modernismos na indumentária nem na aparência dos seus súditos, sugiro que sublinhe em sua Bíblia textos como: Levítico 19:27, 1ª Pedro 3:3 e Eclesiastes 2:8. Esses são os melhores para você fazer uma lavagem cerebral e dizer que não pode cortar cabelo, usar jóias, passar maquiagen, jogar futebol, pois afinal, “tudo é vaidade”!

4º Promova campanhas de prosperidade diariamente. Se você quiser, existem até empreendedores evangélicos que vendem “KITS CAMPANHA” pronta entrega, com pontos de contato inclusos como: (cruzinha, rosinha, estacazinha, sabonetinho, perfuminho, etcétarazinha) é show! Na Segunda faça a corrente da empresa própria, terça da fazenda própria, quarta da casa própria, quinta do jatinho próprio, sexta do iate próprio, sábado da ferrari própria, e no domingo, pra torcer o braço de Deus sem dar chance à Ele de dizer não, oriente-os a fazer o sacrifício pessoal, dar o tudo deles (o leite da criança, a passagem do ônibus, até as calças se necessário) exigindo seus direitos. Ah! Sua igreja vai ficar lotada todos os dias de crente centrado em si mesmo, de consumistas selvagens em nome de gezuis!

5° Seja frenético, especialize-se em ato profético. Junte um pessoal e bata 4 estacas nas 4 extremidades de sua cidade e leve seu povo a bradar: “Essa cidade pertence ao Rei Jesus”, 21 semanas sem falhar. Você vai motivá-los a orar pela cidade. Faça o cerco de Jericó em volta de sua Igreja e dê sete voltas com a turba clamando: “As muralhas vão cair”, você notará a diferença no evangelismo, pois eles derrubarão as portas das casas se preciso for para falar de Jesus. Se sua região tem influências demoníacas, alugue (para aqueles que não pertencem ao ministério “MALACHEIA” e não podem comprar) um helicóptero ou um teço-teco, arregimente sete apóstolos vestidos de branco (se não tiver os dito cujos pode baixar o nível e usar até os diáconos da Igreja se preciso for), mas não se esqueça de levar um barril de azeite de Israel e orientá-los a lambrecar a cidade do alto gritando: “Sai Exu Boiadeiro em nome de gezuis”. Vai ser sucesso absoluto, renderá até primeira página de Jornal, e você se tornará o herói deles!

6° Contrate judeus messiânicos para serem preletores em dias de festa. Eles carregam consigo um ar de espiritualidade diferenciada. Se você precisar eu conheço um que vem a caráter. O cabra é “bão” e tem a unção do “Pedala Robinho”, derruba gente de montão. A tira-colo vem um outro com Shofar, e a hora que o menino sopra o instrumento, é um “xororô” danado. É sapato de fogo, aviãozinho, unção da lagartixa, o frenesi come solto, e o povo é estuprado psicologicamente pedindo: “Eu quero é mais!”. Se pelo menos uma vez por ano você trazer um desses ao seu aprisco, o povo será “RÉ-NOVADO”, e você ganha a confiança de todos com a credencial de “Pastor Espiritual”.

7º Matricule-se em um curso de artes cênicas. Faça do altar um palco, do templo um circo, do povo uma platéia passiva. Aqui não existe nada fixo. Alterne os papéis. Se preferir pode fazer o gênero “Dramalhão”, que está sempre na provação. Tens a opção também junto a ala feminina do “Brad Gospel”, aquele que conquista só no olhar (é claro, se não fores o rascunho do mapa!). Existirão dias em que você poderá encarnar o velho e saudoso “BOZO”, e fazer a galera se borrar de rir. Experimente também o “David Copperfield”, invente e faça desaparecer tumores malígnos que nunca existiram. Está bem na moda também o “Dr. Hollywood”, lipoaspiração pentecostal. Ou uma última sugestão: “O ghostbuster”, faça campanhas do descarrego, corredores do sal, contrate alguns endemoninhados profissionais, e coloque os “bicho” de ponta cabeça pra igreja ver o quanto você é fera! Eles irão temê-lo e reverenciá-lo!


Depois de seguir essas 7 dicas, você está apto e credenciado a “Déspota Espiritual”. Parabéns!


fonte: Púlpito Cristão

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

A IGREJA NÃO É O ISRAEL DE DEUS











Ao contrário do que muitos pregam por aí, a igreja não substituiu Israel nos planos de Deus.

Esta abominável “doutrina” é conhecida como “TEOLOGIA DA SUBSTITUIÇÃO”, cujo autor é o “Pai do anti-semitismo”, Agostinho de Hipona, o tal “Santo Agostinho” dos católicos.

O teólogo católico Agostinho de Hipona (354-430), o qual com a sua obra ‘Cidade de Deus’ criou o anti-semitismo, que iria gerar implacáveis perseguições aos judeus no mundo inteiro, sob a alegação de que eles foram os imperdoáveis assassinos do Senhor Jesus Cristo.

O livro de Agostinho tem dominado as mentes, desde que foi escrito, e tem influenciado também os protestantes, que aderiram à teologia da substituição, acreditando que a igreja substituiu Israel no plano divino e, portanto, os judeus caíram definitivamente da graça de Deus, por terem rejeitado o seu Messias.

Agostinho criou a falsa teologia de que a Igreja de Roma é a substituta literal e por direito de Israel e que todas as promessas feitas por Deus ao Seu povo passaram a valer somente para o ‘Israel de Deus’, isto é, a Igreja de Roma [segundo a interpretação dele].

A partir dessa doutrina, Roma tomou o lugar de Jerusalém, autodenominando-se ‘Cidade Santa’ e os papas tomaram o lugar do Espírito Santo, proclamando- se ‘Vigários de Cristo’.

Os estragos da Teologia da Substituição têm sido enormes:

separou a Igreja de Israel e do povo judeu, trazendo ódio, divisão e separação; criou-se um campo minado para que mais tarde várias atrocidades fossem cometidas contra o povo judeu, como as Cruzadas, a Inquisição e o próprio holocausto; o judeu passou a ter repúdio a todo cristão, pois o via como aquele que lhe “roubou” o título de povo escolhido e, além de tudo, “o substituiu”; decorreram-se inúmeras doutrinas dos “pais da igreja”, acusando Israel de deicídio; isto é, o crime de ter matado o próprio Deus, na pessoa do Seu Filho, Jesus Cristo; propiciou que a intenção satânica de afastar a Igreja de Israel fosse uma aparente verdade, pois o inimigo sabe, pelas Escrituras, que o inferno não pode prevalecer contra a Igreja verdadeira de Jesus Cristo.

Para se ter idéia desta tragédia, até nos dias de hoje, esta Teologia é pregada em quase todos os seminários das igrejas evangélicas e em quase todas as centenas e centenas de denominações.

O Pr. Ron Riffe disse: “A partir de seus escritos, é aparente que muitos do primeiros pais da igreja, que adotaram a Teologia da Substituição, foram influenciados pela destruição de Jerusalém e do templo no ano 70.
Formou-se uma opinião geralmente aceita entre eles que Israel nunca mais voltaria a existir como nação.... Martinho Lutero, o catalisador que esteve por trás da Reforma Protestante, tinha a mesma opinião e era claramente anti-semita em algumas de suas opiniões. É triste dizer, mas essa mentalidade foi passada adiante para outros na igreja por meio dos ensinos deles”.

Dave Hunt, por sua vez, declara: “... Jeremias declara que Israel jamais deixará “de ser uma nação” (Jeremias 31.35-37).


Paulo, em apenas um sermão, refere-se três vezes a Israel como uma entidade ininterrupta (Atos 13:17, 23, 24)... Ignorando isso, a “teologia da substituição” é uma das várias doutrinas católicas romanas adotadas por Lutero, Calvino e outros grandes reformadores, sendo aceita por muitos como teologia da Reforma”.

No livro de Atos, Israel e a Igreja existem simultaneamente; o termo Israel é mencionado 20 vezes e o termo igreja, 19 vezes. Em Atos 14:2, vemos a existência, concomitante, de Judeus incrédulos, irmãos (JUDEUS E GENTIOS convertidos = igreja) e gentios: “Mas os judeus incrédulos incitaram e irritaram, contra os irmãos, os ânimos dos gentios”.

Em 1Co 10:32, vemos a existência, concomitante, de judeus (ISRAEL), gregos (GENTIOS) e igreja (JUDEUS E GENTIOS convertidos): “Portai-vos de modo que não deis escândalo nem aos judeus, nem aos gregos [ GENTIOS] , nem à igreja de Deus”.

Paulo nos esclarece: “Não que a palavra de Deus haja faltado, porque nem todos os que são de Israel são israelitas” (Rm 9:6). Ele deixa claro que há judeus não convertidos a Jesus Cristo (o Israel segundo a carne): “Vede a Israel segundo a carne; os que comem os sacrifícios não são porventura participantes do altar?” (1Co 10:18).

E há os judeus que se convertem, pela fé em Jesus Cristo (o Israel de Deus), tornando-se membros da igreja, do Corpo de Cristo:
“Porque em Cristo Jesus nem a circuncisão, nem a incircuncisão tem virtude alguma, mas sim o ser uma nova criatura. E a todos quantos andarem conforme esta regra, paz e misericórdia sobre eles e sobre o Israel de Deus” (Gl 6:16-17).

Este “Israel de Deus” são os “ramos naturais” que serão enxertados em sua própria “oliveira” (que é Israel).

Como vimos, Gl 6:16 trata do “Israel de Deus” (judeus convertidos a Jesus Cristo) e 1Co 10:18 trata do “Israel segundo a carne” (judeus incrédulos)!

Portanto, a igreja NÃO é o “Israel de Deus", ou o “Israel Espiritual” como muitos pastores, equivocadamente, pregam por aí...

Antes da cruz, o mundo se dividia em 2 classes (judeus e gentios); depois da cruz, se divide em 3 classes (judeus, gentios e cristãos=judeus e gentios convertidos)!

Quanto aos gentios que nascem de novo, pela fé em Jesus Cristo, eles também são considerados (espiritualmente) “filhos de Abraão” e também são“... geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido...” (Gl 3:6-9; 1Pe 2:9-10). Mas, isto não os torna judeus ou ISRAEL!


sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Sonhar e Realizar. 1 Rs.8:15-20.








1 Rs.8.15-20. e disse: Bendito seja o SENHOR, o Deus de Israel, que falou pessoalmente a Davi, meu pai, e pelo seu poder o cumpriu, dizendo:

Desde o dia em que tirei Israel, o meu povo, do Egito, não escolhi cidade alguma de todas as tribos de Israel, para edificar uma casa a fim de ali estabelecer o meu nome; porém escolhi a Davi para chefe do meu povo de Israel.
Também Davi, meu pai, propusera em seu coração o edificar uma casa ao nome do SENHOR, o Deus de Israel.
Porém o SENHOR disse a Davi, meu pai: Já que desejaste edificar uma casa ao meu nome, bem fizeste em o resolver em teu coração.
Todavia, tu não edificarás a casa, porém teu filho, que descenderá de ti, ele a edificará ao meu nome.
Assim, cumpriu o SENHOR a sua palavra que tinha dito, pois me levantei em lugar de Davi, meu pai, e me assentei no trono de Israel, como prometera o SENHOR; e edifiquei a casa ao nome do SENHOR, o Deus de Israel.

1 Cr.17.1-2. Sucedeu que, habitando Davi em sua própria casa, disse ao profeta Natã: Eis que moro em casa de cedros, mas a arca da Aliança do SENHOR se acha numa tenda. Então, Natã disse a Davi: Faze tudo quanto está no teu coração, porque Deus é contigo.

Davi queria edificar uma casa para Deus em Jerusalém, o Senhor não o permitiu edificar.

Porém, permitiu o Senhor que Davi prepara-se todo o projeto, para que então seu filho o realiza-se.


O PROJETO

“ Projeto é um empreendimento planejado que consiste num conjunto de atividades inter-relacionadas e coordenadas, com o fim de alcançar objetivos específicos dentro dos limites de um orçamento e de um período de tempo dados”.

I - O lugar. na eira de Ornã. (1 Cr. 21:18,20,21,28)

II - Os materiais. Davi acumulou enormes quantias dos materiais para o magnificente edifício que representaria a presença de Deus entre seu povo (1 Cr. 22:14). O valor dos materiais foi inestimável.

III - A planta. Davi entregou a Salomão a planta do templo, junto com uma relação descritiva de todos os materiais e orientações sobre a mão de obra.

"Bem fizeste em propor isto em teu coração."
Foi como se o profeta de Deus dissesse: “Deus se agradou pelo propósito que estava em teu coração”.

A VIDA COMO UM PROJETO:

• Assenta-se no nascimento, se realiza no meio dos anos, e se conclui na morte.

• A vida também é uma história contínua de sonhos despedaçados.

"Quando você estabelece construir algo criativo, seja ele qual for, você deve encarar o fato de que há uma tensão no centro do universo entre o bem e o mal".

Ef.2.13. porque Deus é quem efetua em vós tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade.

O querer está ligado ao arrependimento e o realizar a fé.

Jer.29:11-14ª. Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais. Então, me invocareis, passareis a orar a mim, e eu vos ouvirei. Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração. Serei achado de vós, diz o SENHOR, e farei mudar a vossa sorte.

SONHAR É IMPORTANTE DEMAIS PARA A VIDA, MAS REALIZAR É ESSENCIAL.

A criança sonha, o jovem sonha, o adulto e o ancião sonham igualmente. Mas, ai daquele que permanece sonhador enquanto outros agem.

O sonho é imaginação, encantamento, idealização. Dele pode nascer grandes projetos, e valerá a pena se realizado.

• SE NÃO CONSEGUIRMOS NEM SONHAR, QUEM DIRÁ REALIZAR.
• IGNORE TODA CRITICA. “NÃO É FÁCIL, MAS É POSSÍVEL”.
• SEUS SONHOS NECESSITAM DE ESFORÇO E DE TRABALHO.
• QUANDO SABEMOS O QUE QUERERMOS O MILAGRE ACONTECE.

CONCLUSÃO:

"ENVELHECER NÃO É FICAR VELHO, E SIM DEIXAR DE SONHAR...!"

Deus não nos julga por incidentes separados ou por enganos isolados que fazemos, mas pela inclinação total de nossas vidas.
Deus sabe que seus filhos são fracos, que são frágeis. o que Deus requer é que nossos corações sejam retos.


domingo, 2 de janeiro de 2011

Mais Uma Fazenda Vendida com Porteira Fechada.


Por Leonardo Gonçalves

É isso mesmo pessoal! Foi na região do Vale do Paraíba, cheio de fazendas antigas, que um dos fazendeiros, desgostoso da sua fazenda, e que tinha fama de não cuidar bem do gado, começou a contrair dívidas. E aí já viu: Sem renda, e com muitas filiais espalhadas pela região, o velho fazendeiro pensou: “Vou abrir um sindicato só pros peões da minha fazenda!”. No começo, tudo ia bem, e ele até chegou a desfilar seus jagunços lá no Sindicato Federal, mas a longo prazo, o novo Sindicato Regional acabou por gerar mais dívida, e vendo-se em “aperto”, o velho decidiu vender a fazenda.

Acontece que o presidente do Sindicato Federal dos Fazendeiros, dono de incontáveis cabeças de gado, que era um baixinho arretado com fama de “não perder uma”, viu na velha fazenda um grande negócio, e decidiu investir por lá.

Mas a proposta não agradou o fazendeiro. Onde já se viu? O danado teve a audácia de oferecer uns míseros 3 milhões, e ainda quis conversar com o dono da fazenda endividada de madrugada! A dívida era grande, presidente! Essa o senhor perdeu, compadre. Quem mandou ser miserável e não ter mais bala na agulha? Perdeu um “negocião”: Fazendinha boa, divisa com a dele (risos!).

Essa não foi a única proposta: Muita gente se interessou em comprar aquela fazenda (de porteira fechada, é claro!), até que apareceu por lá um fazendeiro de longe, lá das bandas do norte, mas que há tempo vinha cobiçando essas terras do sudeste. Homem ambicioso, se candidatara duas vezes ao cargo de presidente do Sindicato Federal, porém sem vitória.

Sabendo da condição do “pobre endividado” fazendeiro, assumiu as dívidas dele e da fazenda, pagou uma fortuna por aquelas terras, e de quebra deu uma “quirelinha” pro fazendeiro – coisa pouca, só 12,500 reais por mês para o antigo dono (previdência privada?). Coitado gente! O velho merece, afinal, “nem só de pão vive o homem”, e muito mais ele, que adora uma caminhonete bem equipada (risos).

O presidente do Sindicato Federal (o baixinho que não perde uma!), enviou um pau-mandado para tentar impugnar a venda. Foi pra justiça, tocou um rebu danado, esperneou... Mas o seu Juiz, ao ver que os documentos estavam em conformidade com a lei, aprovou a venda. E como polícia existe para isso mesmo, os policiais ficaram na porta da igrej... ops, da fazenda, enquanto lá dentro era feito o “negócio”, com direito a ata e tudo mais.

Além de pagar bem, o novo proprietário fez muitas promessas. A idéia é que, com a chegada do novo capataz, as tetas das vacas comecem a produzir mais leite. Aleluia, isso que é homem “di-visão!”

Só não sei ainda como vai ficar a situação do Sindicato Regional, fundado há pouco tempo no Vale do Paraíba pelo velho fazendeiro. Será que ele vendeu os documentos do sindicato também?

E é assim: Fazenda vendida, festa no arraiá, muita pipoca, canjica e bolo de fubá pra comemorar. O velho fazendeiro, com o bolso cheio e de bem com a vida, ainda recebeu o “título” de Dono de Honra, e poderá dar seus pitacos lá na fazenda de vez em quando. Difícil mesmo é o novo capaz aceitar essa situação. Mas também, com um salário vitalício de 12,500 reais nem precisava dar pitaco, não é mesmo?

E assim caminha o gado gospel no Vale do Paraíba. Como dizia o meu amigo Zé:

“Ê...o...o, vida de gado; povo marcado ê! Povo feliz!”


***
Dedico este texto aos pastores Samuel Câmara, José Wellington Bezerra
e a quem mais interessar.

Púlpito Cristão.

Templo é Dinheiro? Fiéis em pé de guerra


‘Guerra’ na Assembleia de Deus de São José envolve denúncias de corrupção, agressões, polícia e Justiça / Por Ana Lúcia Ferreira, Sao José - SP

Uma igreja em pé de ‘guerra’. Na tarde de ontem, pela segunda vez em três dias, fiéis da igreja Assembleia de Deus de São José dos Campos se negaram a cumprir uma ordem judicial que determina que a presidência da igreja matriz da denominação seja transferida para uma junta de pastores, representados por Antônio Luis Celani, o antigo pastor .

A história, que envolve a troca de acusações e agressões entre os grupos rivais, teve início há cerca de um ano, quando o pastor Celani deixou o cargo. Em seu lugar, assumiu o também pastor Samuel Câmara, de Belém (PA). Mas a insatisfação com a nova administração do templo levou uma parcela dos fiéis a procurar ajuda judicial.

Direta ou indiretamente, essa disputa afeta a atuação das 182 igrejas mantidas pela denominação em São José (subordinadas à matriz), que juntas possuem patrimônio avaliado em R$ 30 milhões (apenas contando imóveis). São 10 mil fiéis.

Justiça

Em outubro, o grupo descontente com a presidência atual acionou a Justiça, que no último dia 17 concedeu liminar determinando o afastamento da atual diretoria. No entanto, ela se nega a deixar a igreja.

No início da tarde de ontem, um grupo de fiéis cercou o pátio da matriz com automóveis. Um oficial de justiça esteve no local, mas, novamente os fiéis, que já ocupavam o prédio, se negaram a sair do templo. Alegando não serem representantes da igreja, disseram não poder assinar a ordem da Justiça.

Cerco

A Polícia Militar foi chamada, mas não entrou na igreja, porque foi surpreendida com o número de pessoas no local. Os fiéis que ocupavam a igreja comemoraram a saída das autoridades com uma oração do lado de fora da igreja.

No domingo, fiéis favoráveis ao retorno de Celani tentaram entrar no templo. Houve confronto com o grupo rival. O tumulto somente foi contido com ajuda da Polícia.



Notícia no Jornal O VALE:

Assembléia de Deus invadida em São José

Ação aconteceu enquanto fiéis estavam em culto e teria sido liderada pelo antigo pastor, que tenta reassumir controle da igreja

A Igreja Assembleia de Deus, na rua Conselheiro Rodrigues Alves, no centro de São José dos Campos, foi invadida às 14h deste sábado por um grupo de oito pessoas armadas, que causaram bastante tumulto em frente ao templo.

Eles quebraram a porta da entrada (de vidro) e teriam agredido os fiéis que se opuseram à invasão. Quatro pessoas sofreram lesões leves e registraram boletim de ocorrência.

“Eu estava conversando com os irmãos quando os elementos armados entraram gritando: ‘Perdeu, perdeu! Vocês vão ter que sair da igreja’” - revelou o advogado Renato Alves de Souza, 42 anos.

O grupo liderado pelo antigo pastor, Antônio Sellare, estaria reivindicando o poder da igreja, ao qual teria renunciado em 2009, segundo o advogado Georges Salim Assad Júnior.

Assad representa o atual pastor da igreja, Samuel Câmara, que mora em Belém do Pará e vem a São José para presidir cultos semanais.

“Ele [o pastor Antônio Sellare] quer voltar para a igreja, apoiado por apenas 11 pastores, sendo que a igreja tem 500. Amanhã [hoje] faremos uma nova assembleia para que os fieis estabeleçam uma diretoria provisória, conforme manda o estatuto da igreja”, disse.

Outro lado

O pastor Sellare preside uma junta de pastores que julgou supostas irregularidades que teriam sido cometidas durante a gestão de Câmara, que deveria estar afastado da igreja.

De acordo com Sellare, o atual pastor está sendo processado por lavagem de dinheiro. “O estatuto da igreja diz que se o pastor estiver envolvido em operações que venham denegrir a instituição deve ser tirada uma junta de pastores e evangelistas do ministério para que os atos sejam julgados”, explicou.

Ainda segundo o pastor, “a justiça autorizou a junta a tomar posse, ainda que seja necessário o arrombamento”.

Ele admitiu ter contratado escolta armada para fazer a sua proteção porque ele estaria sendo ameaçado de morte por fiéis favoráveis à Câmara.
Sellare não admitiu as agressões. “Quando eu cheguei a porta já estava aberta”, disse.

Mais

Na semana passada os fiéis se recusaram a cumprir a determinação da justiça e um novo tumulto foi armado.

A questão envolve troca de acusações mútuas entre os dois grupos rivais. Segundo o pastor Raimundo Coelho Amaral, 42 anos, Sellare teria deixado um rombo de R$ 3 milhões nos cofres da igreja.

“Agora que o pastor Câmara pagou essa dívida eles querem retomar a igreja”, disse.
O advogado Georges Assad Júnior disse que a junta formada por Sellare não encontra respaldo no estatuto.

“É um artifício para ele voltar ao poder. A convocação dos membros não foi idônea porque não houve assembleia. Queremos que os fieis definam a nova junta, e é isso que vai acontecer amanhã”.

Por: Leonardo Gonçalves, púlpito Cristão.

sábado, 1 de janeiro de 2011

LIÇÕES MINISTERIAIS QUE APRENDI EM 2010









Por Leonardo Gonçalves


Aprendi que obedecer a Deus não é garantia de tranqüilidade ministerial, e que a liderança traz consigo um peso de solidão tão grande que somente pode ser superado se estamos aos pés do mestre.

Aprendi que liderar é buscar o bem-comum, e que essa busca te levará a ferir interesses particulares. Isso pode gerar críticas muito duras e imerecidas, mas se não somos capazes de conviver com a crítica ao mesmo tempo em que mantemos o autocontrole, podemos dizer adeus ao ministério pastoral.

Aprendi que a maioria dos problemas que enfrentamos na igreja são cortinas de fumaça criadas por satanás para tirar nossa vista daquilo que realmente devia ocupar nossa mente, e que nenhum problema secundário deve tirar nossos olhos da meta ministerial que Deus colocou diante de nós.

Aprendi que o passado existe para ser pesquisado e admirado, mas não pode ser idolatrado. Como diz o provérbio africano: “os cães de ontem não podem caçar os coelhos de hoje”. É preciso estar disposto a inovar.

Aprendi que se desejamos ter ovelhas-discipulos fiéis que estejam dispostos a morrer por nós, é preciso estar disposto a morrer também por eles. Desde então tenho feito tudo possível para respaldar ministerialmente meus discípulos e demonstrar que se for preciso, morro com eles.

Aprendi que a amizade é um dos bens mais valiosos, e que ninguém pode viver sem ter ao menos um amigo sincero, e que amigo é aquele que, mesmo quando todos te dão as costas, continua acreditando em você.

Aprendi que a maioria dos pastores tem casamentos ruins, famílias problemáticas e poucos amigos, e que devo valorizar ao máximo meus momentos em família e estreitar laços fraternos, para que amanha eu não venha a endossar esta triste estatística.

E como sei que é melhor (e menos doloroso) aprender com alguém do que sozinho, decidi compartilhar essas lições que aprendi, na esperança de que elas possam te transformar em um líder/mentor/pastor/servo melhor.

Feliz 2011!