quarta-feira, 1 de junho de 2011

A NOVA TENTATIVA DE GOLPE DA DITADURA GAY.


A Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ) aprovou em 1° turno o Projeto de Emenda à Constituição n° 23/2007 de autoria do Deputado Estadual Gilberto Palmares (PT), que inclui a "orientação sexual" como direito fundamental na Constituição do Estado do RJ.

O placar da votação foi de 45 votos favoráveis e apenas 2 contrários: Flávio Bolsonaro (PP) e Edson Albertassi (PMDB-RJ).

A possível aprovação desta PEC equivale a colocar na Constituição Estadual o PL122 sem tipificar as punições, ou seja, cria-se o primeiro passo para considerar os gays como raça superior e não mais iguais a nós, heterossexuais ou seja lá a que grupo pertençamos por nossa cor, credo ou qualquer opção.

Abre-se uma brexa na lei para que a opção sexual possa ser motivo de processo judicial por danos morais e mais tarde por ação de qualquer natureza de legislação que possivelmente venha a ser criada. Por exemplo:

"Se um gay que sempre se comportou de uma maneira normal em seu trabalho vier a ser demitido por justa causa e denunciar seu ex-chefe por preconceito. Este será processado por danos morais, ou possível nova legislação punirá o referido patrão sem mesmo que ele soubesse da opção sexual de seu ex-empregado. Cria-se assim a Ditadura dos Gays que colocam a sexualidade acima da razão."

A segunda e última votação da matéria acontecerá brevemente na ALERJ.

Atenção cidadãos, mobilizem-se e peçam para que seus Deputados Estaduais, que por ventura tenham votado favoravelmente a esta proposta, se posicionem contrários no segundo turno. Vamos fazer valer a Carta Magna que coloca todos iguais perante a lei
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.