sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

O SONHO, A PRISÃO E O GOVERNO. Gn.37.3










Gn.37.3 - E Israel amava a José mais do que a todos os seus filhos, porque era filho da sua velhice; e fez-lhe uma túnica de várias cores.


A palavra hebraica para túnica denota que era "uma veste longa com mangas isto é, uma espécie de capa que alçava os pulsos e tornozelos, semelhante a que era usada pelos nobres e filhos dos reis”. A túnica, provavelmente, era de cores diferentes, mas o fato mais significativo referente a ela é que seu valor não se resumia apenas em seu colorido e beleza. Estudiosos da Bíblia afirmam que aquela túnica longa com mangas no caso de José era um símbolo da primogenitura que seu irmão Rúben perdera.

Jacó, já no final da sua vida, abençoou todos os seus filhos; porém José recebeu uma bênção especial.

Gn.49.22 José é um RAMO FRUTÍFERO, ramo frutífero junto à fonte; seus ramos correm sobre o muro.

• CARACTERÍSTICA DO RAMO:

a) Ele é ligado ao tronco (obediência, fidelidade, serviço). b) Nele brotam as folhas, as flores e os frutos (produz, cresce). c) Ele ornamenta, embeleza o tronco (testemunho).

• A TÚNICA DE VÁRIAS CORES E SEUS SIGNIFICADOS:

1-TÚNICA DE DESTAQUE: Gn.37.3 Israel amava a José mais do que a todos os seus outros filhos, porque era filho de sua velhice; e fez-lhe uma túnica de várias cores.
• Essa túnica assinalava que José possuia o direito da primogenitura, o qual certamente era disputado por seus irmãos.

• Na família de seu pai Jacó havia quatro primogênitos, isto explica a intensa hostilidade e inveja que ela provocara entre os outros filhos daquele patriarca.

• Os sonhos tidos por José revelam sua herança espiritual ( ler Gên.37:5-11), os quais são uma evidência inequívoca de sua futura liderança.

a) De filho amado por Jacó à humilhação de ser vendido pelos próprios irmãos. b) De jovem trabalhador no campo a acusado de insultar a mulher de Potifar. c) De mordomo do oficial a prisioneiro; d) Por mais dois anos a masmorra foi sua morada.

2- TÚNICA DE CONFIANÇA:
Gn.39.6ª - E deixou tudo o que tinha na mão de José.

TUDO COMEÇOU COM UM SONHO. TUDO SE RESOLVERÁ COM UM SONHO.

a) O Egito foi o deserto na vida de José. b) O Egito foi a redenção, onde a promessa se cumpriu. c) O Egito foi a terra onde Deus honrou José, apesar de ser estrangeiro.

3- TÚNICA DE AUTORIDADE: (ninguém é líder por acaso)
Gn.41.9b- “e lembrou o copeiro de José”. - Disse: Das minhas ofensas me lembro hoje.

Um detalhe, em todos os relatos, a Bíblia registra uma frase interessante: “O Senhor era com ele e o fazia prosperar”.

• Como Deus era com José e nada de bom lhe acontecia? • Como a Bíblia fala em prosperidade para um homem que estava preso?

PARECE CONTRADITÓRIO, MAS A HISTÓRIA AINDA NÃO TINHA UM PONTO FINAL ESCRITO PELO SENHOR.

4 - TÚNICA DE PODER:
Gn. 41.38-45 E disse Faraó a seus servos: Acharíamos um homem como este em quem haja o espírito de Deus? Depois disse Faraó a José: Pois que Deus te fez saber tudo isto, ninguém há tão entendido e sábio como tu. Tu estarás sobre a minha casa, e por tua boca se governará todo o meu povo, somente no trono eu serei maior que tu. Disse mais Faraó a José: Vês aqui te tenho posto sobre toda a terra do Egito. E tirou Faraó o anel da sua mão, e o pós na mão de José, e o fez vestir de roupas de linho fino, e pôs um colar de ouro no seu pescoço. E o fez subir no segundo carro que tinha, e clamavam diante dele: Ajoelhai. Assim o pôs sobre toda a terra do Egito. E disse Faraó a José: Eu sou Faraó; porém sem ti ninguém levantará a sua mão ou o seu pé em toda a terra do Egito. E Faraó chamou a José de Zafenate-Panéia, e deu-lhe por mulher a Azenate, filha de Potífera, sacerdote de Om; e saiu José por toda a terra do Egito.

A INTERPRETAÇÃO DAQUELE SONHO RENDEU PROMOÇÃO A JOSÉ.

a) De prisioneiro a governador do Egito.
b) O faraó tornou José autoridade sobre o Egito, sendo braço direito dele, recebendo seu anel de sinete, que levava sua autoridade.
c) José também recebeu roupas de linho fino, que eram de corte, de luxo, e colar de ouro, que foi uma recompensa pelos serviços já prestados referentes à interpretação dos sonhos. Ele também recebeu o segundo carro, o que indica que somente o faraó estava acima de José.
d) Outra mudança ocorrida na vida do hebreu foi a do nome, significando que ele ganhara cidadania egípcia.
e) De solitário, José ainda ganhou uma família.
f) Depois de ter sua túnica manchada de sangue, José agora recebe roupas de linho.

Gn.45.4-5,7-8. E disse José a seus irmãos: Peço-vos, chegai-vos a mim. E chegaram-se; então disse ele: Eu sou José vosso irmão, a quem vendestes para o Egito. Agora, pois, não vos entristeçais, nem vos pese aos vossos olhos por me haverdes vendido para cá; porque para conservação da vida, Deus me enviou adiante de vós. Pelo que Deus me enviou adiante de vós, para conservar vossa sucessão na terra, e para guardar-vos em vida por um grande livramento. Assim não fostes vós que me enviastes para cá, senão Deus, que me tem posto por pai de Faraó, e por senhor de toda a sua casa, e como regente em toda a terra do Egito.

Gn.50.20. Vós bem intentastes mal contra mim; porém Deus o intentou para bem, para fazer como se vê neste dia, para conservar muita gente com vida.

JOSÉ ERA UM HOMEM CURADO EM SUA ALMA.

CONCLUSÃO:

Em tudo Deus foi fiel a José. Moisés, ao levar o povo da terra do Egito para a terra da promessa, levou também os ossos de José. Depois das lutas vieram as vitórias. Na vida de José do Egito nem os ossos se perderam. Todo sonho tornou-se real. Toda dignidade e honra a um homem que soube sonhar os planos de Deus desde menino. Gn.50.23-26.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.